Polícia confirma que corpo encontrado em mata é de enfermeira desaparecida

Corpo já estava em estado avançado de decomposição, sem um dos braços e sem a cabeça. Família reconheceu roupas da vítima

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




A polícia confirmou que o corpo encontrado em um córrego, nesta terça-feira (8) é da enfermeira Zuilda Correia Rodrigues, de 43 anos, que estava desaparecida há mais de 10 dias. Um policial militar afastado do cargo foi preso suspeito de participação no crime.

Segundo a polícia, o PM Marcos Vinicius Pereira Ricardi, de 26 anos, teria confessado o crime. Ele também seria o responsável por ocultar o corpo da vítima.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, o crime teria sido motivado por constantes discussões entre a vítima e o marido, Ronaldo da Rosa, que está foragido. O suspeito teria dito que a intenção era dar um susto na enfermeira, entretanto, a situação saiu do controle.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




O corpo teria sido escondido em uma tubulação de bueiro e apresentava estado avançado de decomposição, sem um dos braços e sem a cabeça.

Marcos Vinícius e Ronaldo tiveram prisão preventiva decretada por feminicídio e ocultação de cadáver.

O caso 

Zuilda Correia estava desaparecida desde o dia 27 de setembro. De acordo com a Polícia Civil, o marido da enfermeira registrou um boletim de ocorrência no dia do sumiço da vítima.

Ele havia relatado aos policiais que buscou a esposa após o expediente, no hospital onde ela trabalhava, e que tinha a deixado em casa. Logo depois, ele contou que foi trabalhar na barraca de espetinhos do casal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE




O homem disse que esperou pela companheira, que não foi até o ponto de vendas. Segundo o relato, ele foi até a sua residência e não encontrou a mulher. No entanto, o informante não estranhou o fato porque pensou que a esposa tinha ido à igreja.

Porém, ele foi novamente para casa, uma hora depois, e se deparou com os portões trancados e a caminhonete estacionada. O esposo entrou no local e constatou que roupas e dinheiro haviam sido levados.

O marido da vítima pegou uma chave reserva para abrir o veículo e encontrou diversas manchas de sangue no interior do carro.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Fale com a gente