Militante desaparecido: filho de Herzog pede indiciamento de Bolsonaro

Ivo Herzog diz que Bolsonaro deve responder por "cumplicidade" por falar que sabe como morreu Fernando Santa Cruz, pai do presidente da OAB

Marcelo Camargo/Agência BrasilMARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Ivo Herzog, filho mais velho do jornalista Wladimir Herzog, torturado e assassinado nos porões do DOI-Codi em outubro de 1975, publicou ontem uma Carta Aberta repudiando as declarações do presidente Jair Bolsonaro (PSL) sobre a morte do pai do atual presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Presidente do Conselho Deliberativo do Instituto Wladimir Herzog, Ivo afirma no texto que Bolsonaro desrespeitou “todos os seres humanos civilizados” ao afirmar que “poderia contar o destino” de Fernando Augusto Santa Cruz, pai do atual presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz, e desaparecido logo após ser preso, em fevereiro de 1974.

Ivo Herzog chega a dizer que o presidente deve “ser indiciado por cumplicidade, ocultação e outros crimes”.

Confira a íntegra da Carta Aberta:

“Democracia: respeito ao desejo da maioria.

Por isso, tenho mais observado com indignação o que o presidente eleito tem feito e falado. Através do Instituto Vladimir Herzog, temos registrado nossa indignação com o desrespeito não a apenas àqueles que pensam diferente do presidente eleito, mas a todos os seres humanos civilizados.

Tudo tem um limite.

A fala do presidente afirmando saber o aconteceu a Fernando Santa Cruz Oliveira passa deste limite.

O atual presidente do Brasil age como se o país fosse o quintal da sua casa e, a população, seus amigos embriagados, dementes!

O Brasil foi condenado pela Corte Interamericana de Direitos Humanos por cometer CRIMES DE LESA À HUMANIDADE.

O chefe desta Nação afirma publicamente que sabe como foram cometidos esses crimes.

Não há imunidade àqueles autores de tais atrocidades.

Bolsonaro TEM QUE SER INDICIADO por cumplicidade , ocultação de cadáver e outros crimes relacionados a morte de Fernando Santa Cruz Oliveira e outras vítimas da Ditadura Brasileira.
O Brasil é uma democracia com instituições fortes e consolidadas.

Que Poder Judiciário convoque Jair Bolsonaro para depor sobre seu conhecimento em relação aos crimes cometidos na Ditadura.

Que o Poder Legislativo, nas suas duas casas – Câmara dos Deputados e Senado Federal, convoquem Jair Bolsonaro para depor sobre seu conhecimento em relação aos crimes cometidos na Ditadura.

Ou que estas instituições se embriaguem no Jardim de Jair Bolsonaro.

Basta!”

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Fale com a gente