Jovem morre após crise convulsiva, e ainda tem seus bens roubados perto de estação do metrô

Enquanto o rapaz agonizava, um bandido se aproveitou e roubou seu telefone celular e calçados


Internet/ReproduçãoINTERNET/REPRODUÇÃO

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Um homem de 29 anos morreu após sofrer uma crise convulsiva próximo à estação do Metrô do Guará. Durante o incidente, ocorrido na última quinta-feira (03/10/2019), enquanto Thiago Rodrigues agonizava, ele teve o celular e os calçados furtados. Outros objetos de valor, como a aliança e um relógio, foram poupados pelo bandido.

Thiago recebeu os primeiros socorros do Corpo de Bombeiros e foi encaminhado para o Hospital Regional do Guará (HRC), onde faleceu momentos após dar entrada. Segundo o companheiro do rapaz, Thiago Melgaço, 35, a família tem histórico de acidentes vasculares cerebrais (AVC).

Imagem forte: Taison bate cabeça e sofre convulsão em campo na Europa
“A mãe dele está acamada por causa de um AVC. Quando ela sofreu o acidente, ele e os três irmãos se recusaram a fazer o exame que revelaria o risco. Preferiram não saber”, conta Melgaço.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Enterro
Rodrigues estava a menos de dois meses de se formar no curso de fonoaudiologia. Ele e o companheiro, que é empresário, estavam juntos há oito anos e três meses. A família tenta descobrir o número de registro do celular roubado para que possam bloqueá-lo. O corpo de Thiago Rodrigues foi enterrado sábado (05/10/2019), no cemitério Campo da Esperança.

A Companhia do Metropolitano informou que o episódio não ocorreu dentro da estação do metrô.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Fale com a gente