ENQUETE: Você é contra ou a favor do projeto de lei de Ibaneis, que visa privatizar a saúde publica no DF?

 O projeto de lei que prevê a expansão do modelo de gestão do Instituto Hospital de Base (IHBDF)

O projeto de lei que prevê a expansão do modelo de gestão do Instituto Hospital de Base (IHBDF)

O texto original da saúde previa a expansão, de forma gradativa, do formato de gestão do IHBDF para hospitais regionais, UPAs, Samu e Unidades de Referência Distrital (URDs) — o modelo permite compras sem licitação e contratações pelo regime celetista. Por administrar o núcleo da rede, o Instituto passaria a se chamar Organização Hospitalar do DF (OHDF).

AJUDE O DF em FOCO A CONTINUAR INDEPENDENTE
CLIQUE NA PROPAGANDA ABAIXO




 

O projeto a princípio, não irá estender o novo formato a todo o sistema de saúde, limitando-o ao Hospital Regional de Santa Maria e às Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Ibaneis, no entanto, incluiu o Hospital Materno-Infantil de Brasília (Hmib) e o Hospital Regional de Taguatinga na proposta que deve chegar nesta terça-feira (22/1) à Câmara Legislativa.

Você é contra ou a favor da privatização da saúde publica do DF?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Artigos relacionados

11 pensamentos “ENQUETE: Você é contra ou a favor do projeto de lei de Ibaneis, que visa privatizar a saúde publica no DF?”

  1. Se esse projeto passar, quem irá pagar a minha aposentadoria? Os celetistas? Já que ele vai privatizar tudo e não haverá concurso, consequentemente não haverá mais estatutários. Esse projeto deveria ter sido conversado com os servidores, sindicatos e principalmente com a população. Se ele já decretou estado de emergência, ele já tem total liberdade pra comprar, pq ele quer privatizar tudo e acabar com a nossa carreira. Só pode ser pra roubar .

    1. Eu sou a favor da privatização. Pq? Pq esses funcionários públicos que nós pagamos com os nossos impostos fazem corpo mole, atende mal a população, acham que são donos dos Hospitais, das UBS, das UPA em fim …

  2. Será que ” privatizar a saúde ” no DF é uma maneira do ” inganeis” conseguir os ” 300 milhões ” em precatórios que ele mesmo disse ter à receber do GDF em sua campanha?
    Pois sabemos que o “INSTITUTO Hospital de base” não presta conta devidamente dos seus gastos, e que onde entraram as ” OS” Brasil afora também houve isso!!
    Caixa 2????

  3. Ibanês deveria ter se informado sobre o Instituto durante a campanha eleitoral e não se posicionar sobre o que não tinha conhecimento, nem parece que é advogado. Ficou desacreditado, agora fala que é humildade o gesto de voltar atrás. Eu como servidora não estou contra a população mas quero preservar os meus direitos.

  4. Contra. No GO e RJ foram implantadas Organizações Sociais e, hoje em dia, a saúde desses estados está um caos e sob investigação do MP por má uso dos valores repassados para essas empresas privadas. Contratar essas organizações é uma forma de pagar 3 x mais por um serviço ineficiente. Estão tentando pintar a imagem do IHB como referência, mas quem realmente usa o serviço sabe que ele não é tão melhor do que o SUS. Pacientes do IHB muitas vezes são encaminhados aos Hospitais Regionais por não conseguirem atender a todos que o procuram. Argumentar que os servidores públicos são mal educados não justifica. Pessoas mal educadas existem em todos os lugares, inclusive em clínicas particulares. Agora, imagine um servidor que trabalha sob pressão, faltando médicos, técnicos, aparelhos, materiais, equipamentos, salas e segurança? É incoerente achar que a culpa do serviço de saúde está como está por culpa única dos servidores, pois isso não é verdade. Entregar um bem público para a iniciativa privada para agradar à políticos e empresas não é a solução para o problema da saúde. Falta gestão é VERDADEIRO compromisso do Poder Executivo com a saúde do DF.

  5. A saúde no Brasil e no DF está caótica!
    Compete ao Governo administrar com responsabilidade, honestidade e transparência o erário público em prol da população que depende da assistência médica e tratamentos da saúde na rede pública de saúde!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Fale com a gente