Distrito Federal registra 32.322 casos de dengue e 19 mortes pela doença

Os dados são do último balanço divulgado pela Secretaria de Saúde

 

Até a primeira quinzena de maio, o Distrito Federal registrou 32.322 casos de dengue e 19 mortes por complicações da doença. O número representa um aumento de 55,2% em relação ao mesmo período do ano passado, quando a capital teve 20.842 infectados. Os dados são do último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



A região administrativa com o maior número de casos é Ceilândia, com 3.974 notificações prováveis. Seguido do Gama, com 3.731 ocorrências e Santa Maria que registrou 2.864 pessoas com a doença. Taguatinga conta com 2.409 casos, seguida de Samambaia (2.316) e Guará (2.154).

O Setor de Indústria e Abastecimento (SIA) foi a região com menos registros de dengue, com nove casos. A baixa incidência também ocorre no Sudoeste/Octogonal (71) e no Varjão (78).

Até o momento, foram contabilizados 37 casos graves e 19 mortes. As vítimas residiam nas regiões do Gama (5), Ceilândia (3), Guará (2), Sobradinho (2), Planaltina (1), Santa Maria (1), Riacho Fundo II (1), Sobradinho II (1), Fercal (1), Samambaia (1) e Vicente Pires (1).

O boletim também traz os casos prováveis de chikungunya, com 111 notificações, e Zica que teve 36 infectados. Ambas as doenças também são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Ações

Com o intuito reduzir a quantidade de casos de dengue, o Governo do Distrito Federal tem realizado várias ações nas regiões com maiores incidências com o programa Sanear Dengue. Entre as medidas está a mobilização de agentes de vigilância sanitária com vistoria em imóveis e orientação aos moradores para o combate do mosquito. Carros de fumacê também estão sendo utilizados diariamente.

Para o subsecretário de Vigilância em Saúde, Eduardo Hage, é necessário também a atuação da população contra a proliferação do Aedes. “É importante que as pessoas não joguem lixo na rua, principalmente materiais plásticos. Também pedimos que aproveitem esse período de isolamento social e olhem em torno de seu domicílio, para evitar os locais que poderiam se transformar em possíveis criadouros do mosquito”, alerta Hage.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Durante a próxima semana, o Sanear Dengue concentrará as ações no Riacho Fundo I (1º/6), Lago Sul (2/6), São Sebastião (3/6), Sobradinho (4/6) e Sobradinho I

MAIS SOBRE O ASSUNTO

Casos de dengue chegam a 30 mil no DF; 17 mortes foram registradas

Paulo Tavares

Paulo Tavares Jornalista redator responsável pelo portal DF em FOCO. Reg, 0010479/DF Meu compromisso é com a verdade. Doa a quem doer...

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Advertisment ad adsense adlogger