Corpo de mulher é encontrado enterrado em uma casa em Águas Lindas de Goiás.

A Polícia Civil de Águas Lindas de Goiás, através do GIH - Grupo de Investigação de Homicídios, encontrou na quinta-feira, dia 12/03, uma ossada humana enterrada, fato que se deu no bairro Ilha Bela, em referida cidade.

O cadáver foi localizado após denúncia realizada por uma testemunha moradora do local, que, ao iniciar uma obra, encontrando superficialmente parte de ossos, aparentemente humanos, procurou a Delegacia de Plantão. Após a realização da perícia, foi constatado que se trata de uma ossada feminina, provavelmente de uma moça oriunda do interior da Bahia, que morou no local por aproximadamente 03 meses. Após investigações preliminares, foi localizado o suspeito de ter ocultado o cadáver, o qual confessou ter tido uma briga com a vítima que, por sua vez, caiu e veio a óbito por ter batido a cabeça em um pedaço de tábua, perdendo a consciência.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Assim, segundo o suspeito, ele resolveu fazer uma cova dentro do único comodo em que morava com a vítima e enterrou o cadáver, fazendo um piso de cimento no local, onde permaneceu morando por mais 05 meses, aproximadamente, quando foi preso em razão de um mandado de prisão preventiva existente em seu desfavor, por ter praticado outro homicídio Estado do Ceará. Diante dos fatos narrados, o investigado, que já estava preso na Cadeia Pública local em razão do mandado supracitado, foi conduzido ao GIH, onde foi autuado em flagrante pela prática do crime de ocultação de cadáver, sendo que as investigações continuam, a fim de ser cabalmente identificada a vítima e apuradas as circunstâncias de sua morte, de modo que, bem provavelmente, o autor da ocultação poderá ser indiciado também pela prática do crime de homicídio doloso consumado qualificado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Fale com o DF em FOCO
Advertisment ad adsense adlogger