Coronavírus vai provocar perda bilionária na arrecadação do DF

O DF deve perder R$ 1,2 bilhão em receita do ICMS e ISS. Menos voos, carros e comidaEm um cenário pessimista, o GDF prevê queda de R$ 2 bilhões na arrecadação devido à Covid-19. Mas pode ser pior.

Para se basear nos estudos sobre o impacto econômico da pandemia, a Secretaria de Economia do DF levantou alguns dados sobre o comércio em diversos setores da China, onde tudo começou. Segundo a BBC, citada pelo governo do DF, houve redução de 98% no transporte aéreo entre a Ásia e o Pacífico. Até 92% na venda de veículos e 70% nos restaurantes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Muita gente
A situação da Covid-19 no DF está se agravando. Em termos relativos, pode parecer pouco: apenas 13,2% das pessoas infectadas necessitam de internação. Mas pensando em gente é muita coisa: 44 pacientes estão hospitalizados, 30 destes em UTI.

Não são férias
Os acessos ao SEI, programa que controla as ações do governo, não foram reduzidos no período de home office, o que mostra que o servidor do Distrito Federal está trabalhando mesmo de quarentena.

Páscoa na quarentena
As vendas de ovos de páscoa no comércio do DF estão comprometidas este ano por conta do coronavírus. O Sindicato do Comércio Varejista (Sindivarejista) havia estimado a comercialização de 1,7 milhão de ovos neste ano, cem mil a mais que em 2019. Com a quarentena, o número estimado caiu e não deve passar de 600 mil. Isto porque os supermercados estão abertos. Senão poderia ser pior.

A notícia de que o comércio do DF será reaberto em 13 de abril ou depois disso preocupa o setor porque o domingo de Páscoa será no dia 12. Assim, o Sindivarejista vai tentar um apelo ao governador Ibaneis Rocha para que antecipe a reabertura para o dia 8 de abril. Há quatro mil estabelecimentos que vendem ovos de chocolate. “O comércio não pode amargar crescente prejuízo”, disse o presidente do Sindivarejista, Edson de Castro. Mas uma corrida às lojas pode ser um perigo no auge da pandemia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Feiras livres
O governador Ibaneis Rocha pensa em afrouxar algumas restrições: feiras de alimentos, por exemplo, serão permitidas. Um decreto vai nominar essas feiras para não ter dúvida.

Panelaço
O presidente Jair Bolsonaro cometeu um erro ao andar pelo DF em meio à pandemia. Poderia ter defendido seu ponto de vista, sobre manter empregos e as pessoas trabalhando, sem expor as pessoas na rua. Não se faz política com a vida. Eleito com quase 70% dos votos no DF, ele começa a sentir a rejeição crescendo.

Primeiro de abril
Se alguém dissesse que de repente o mundo mudou, familiares não podem se abraçar, um terço da população do planeta está em casa, confinado para se proteger de um coronavírus que surgiu na China, espalhou-se pelo mundo, contaminou 790 mil pessoas, inclusive líderes políticos dos países mais ricos e artistas de Hollywood, e matou 38 mil, não pareceria um exagero para primeiro de abril?

Prazos de concurso podem ser suspensos
O deputado distrital Claudio Abrantes (PDT) apresentou projeto que suspende automaticamente o prazo de validade dos concursos homologados, em razão de estado de calamidade pública decretado pelo Congresso Nacional. O prazo volta a correr quando a calamidade chegar ao fim.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



A pergunta que não quer calar….
A criminalidade vai aumentar com 600 presos do semiaberto liberados para prisão domiciliar sem trabalho
do lado de fora?

Paulo Tavares

Jornalista redator responsável pelo portal DF em FOCO. Meu compromisso é com a verdade, Doa a quem doer...

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Advertisment ad adsense adlogger