A 100 anos: Hitler se infiltra no Partido Alemão dos Trabalhadores, precursor do Partido Nazista

 




Em 12 de setembro de 1919, Adolf Hitler teve seu primeiro contato com o Partido Alemão dos Trabalhadores, organização de extrema-direita precursora do Partido Nazista. Seus membros se reuniam periodicamente para discutir temas como nacionalismo, antissemitismo e anticomunismo. Naquele dia, Hitler foi enviado pela organização militar Reichswehr a uma dessas reuniões como um agente infiltrado.




O Partido Alemão dos Trabalhadores havia sido fundado no início daquele ano, em Munique, por Anton Drexler e pelo escritor Karl Harrer. Drexler sempre deixou claro que o partido era contrário aos marxistas, além de fazer a defesa de uma política de bem-estar social para os alemães de raça ariana. A organização também se opunha ao Tratado de Versalhes. As primeiras reuniões ocorriam em bares e cervejarias da cidade, onde Drexler fazia palestras motivacionais que muitas vezes acabavam em tumultos.




Desde o início, o partido foi contrário aos movimentos políticos não-nacionalistas, especialmente os de esquerda, incluindo o Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD) e o recém-formado Partido Comunista da Alemanha (KPD). Os membros do Partido Alemão dos Trabalhadores pretendiam combater o “bolchevismo”, que seria responsável por propagar o “judaísmo internacional”.




A missão de Hitler como agente da Reichswehr era monitorar as atividades do partido, suspeito de propagar ideologias subversivas. No entanto, ele sentiu-se atraído pelas ideias nacionalistas, anticapitalistas, anticomunistas e antissemitas de Drexler. Ao assistir à primeira reunião, ele também se envolveu em uma discussão acalorada com um dos participantes. Hitler atacou veementemente a fala do homem, impressionando os outros membros do partido com sua oratória.

Dias depois do incidente, Drexler convidou Hitler para se juntar ao partido. Em pouco tempo, ele se tornaria um dos principais líderes da organização. Para aumentar o seu apelo aos maiores segmentos da população, em fevereiro de 1920, o partido mudou seu nome para o Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei (Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães, mais conhecido como Partido Nazista). Na ocasião, os nazistas anunciaram oficialmente que somente as pessoas de “descendência ariana pura” poderiam se filiar ao partido. Seus membros também não poderiam estar relacionados direta ou indiretamente com os chamados “não-arianos”.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Fale com a gente