Vídeo: Motorista de aplicativo é morto a tiros após reagir a assalto em Goiânia

O veículo roubado seria entregue na porta de um condomínio. No total, seis pessoas foram presas e uma menor foi apreendida

Sete envolvidos presos na morte de um motorista por aplicativo (Foto: PM-GO)
Sete envolvidos presos na morte de um motorista por aplicativo (Foto: PM-GO)

ENQUETE

Como você avalia a Gestão do Governador Ibaneis Rocha até agora?

  • Péssima (66%, 2.268 Votos)
  • Ruim (17%, 591 Votos)
  • Regular (9%, 317 Votos)
  • Boa (5%, 169 Votos)
  • Excelente (4%, 137 Votos)

Total de Participantes:: 3.482

Carregando ... Carregando ...

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Equipes do Tático Móvel da Polícia Militar de Goiás (PM) prenderam sete pessoas envolvidas na morte de um motorista de aplicativo em Goiânia (GO), ocorrida na noite de domingo (13). Dois presos relataram que a intenção era roubar apenas o veículo, um Fiat Argo, mas o motorista “deu um de bixão”, segundo uma envolvida, ao se referir que ele tentou reagir. Alvejado por três disparos de um revólver calibre .38, o motorista morreu na hora, com o aplicativo ainda aberto e sem finalizar a corrida.

O motorista de aplicativo Carlos Augusto dos Santos, 25 ANOS

O motorista, Carlos Augusto dos Santos Lopes, de 25 anos, foi chamado pelo aplicativo para atender uma corrida num shopping da capital, perto do Setor Urias Magalhães. Aguardavam no estacionamento do shopping dois passageiros: Izabela Oliveira Adelardo, de 19 anos, e Carlos Duarte da Silva, de 19 anos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



O roubo do carro era só “mais um corre” para Izabela a pedido de um patrão, vulgo “Magrelo”. Durante a reação do motorista, Izabela pediu que seu comparsa, Carlos, atirasse nele, momento em que o jovem efetuou três disparos de um revólver calibre .38 contra o motorista.

Com o motorista agonizando no veículo, os dois passageiros fugiram. Izabela correu para o mato e Carlos para outro lugar. A jovem foi a primeira a ser presa com a chegada dos policiais no Setor dos Funcionários. Ela delatou os companheiros, o local onde a arma estava escondida e acompanhou a polícia. Os demais envolvidos foram presos no local do latrocínio ao tentarem socorrer Izabela do ocorrido e buscar a arma usada no roubo.

Em relato aos militares, Izabela disse que a intenção era apenas roubar o carro e não matar o motorista. O atirador, Carlos Duarte da Silva, disse não saber para quem Izabela estaria roubando o carro e limitou-se a confessar os disparos contra o motorista. “O corre era dela, não sei o que era. Só me pediram para deixar o carro na porta de um condomínio”, confessou Carlos Duarte.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Com a prisão da autora e localização da arma, as equipes obtiveram a informação de que outros indivíduos ligados à Izabela se deslocariam para a região para resgatar a arma, sendo que logo que chegaram foram abordados e presos, Johnathan Gomes de Morais, de 28 anos, Clistenes Souza Freire, de 26 anos e Ricardo Duarte da Silva, de 25 anos.

Através da prisão de seis envolvidos, os militares localizaram o autor dos disparos no Setor Fama, onde este foi abordado e preso. Uma menor de idade também foi apreendida por abrigar em sua casa o autor dos disparos. Todos foram encaminhados para a Central Geral de Flagrantes da Polícia Civil da capital.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Fale com a gente