SAIDÃO DO DIA DOS PAIS: Bandido colocado em liberdade pelos políticos Brasileiros, sequestra, foge troca tiro com a policia e deixa dois mortos na Asa Sul

1
37

Homem abordou tia e sobrinho na 505 Sul e deu início à série de acontecimentos. No caminho, colidiu com uma Kombi, que levava dois ocupantes. Eles morreram na hora

Um assalto com restrição de liberdade de duas pessoas, entre elas uma criança de 6 anos, terminou em morte, na tarde deste sábado (11/8), na Asa Sul. Segundo a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), um homem abordou as vítimas em uma loja 505 Sul e as manteve dentro do veículo, dando início a uma série de acontecimentos, entre eles a morte de duas pessoas.

 

Tia e sobrinho estavam dentro do estabelecimento comercial quando foram abordados pelo ladrão, que, segundo a vítima, estava armado e usava um capacete de motocicleta no momento. O suspeito, identificado como Paulo Braz de Lucena Júnior, ordenou que a família entrasse no veículo e deu início à fuga. O ladrão seria beneficiário do Saidão de Dia dos Pais.

GALERIA DE FOTOS – CLIQUE PARA AMPLIAR

No momento em que o suspeito tentava fugir, com os reféns dentro do veículo, uma equipe da PMDF iniciou a perseguição ao Mitsubishi TR4 branco da família. Em resposta, Paulo Braz atirou contra os policiais.

 

No fim do Eixão Sul, o suspeito fez uma manobra brusca, invadiu a contramão, bateu de frente com uma Kombi que, desgovernada, colidiu com um EcoEsport. Os dois passageiros da Kombi, um homem e uma mulher, morreram na hora.

 

O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal foi acionado para prestar socorro aos sobreviventes. Sete pessoas foram encaminhadas ao Hospital de Base de Brasília. Das cinco vítimas da EcoEsport, um homem está em estado grave, na sala vermelha da unidade de saúde. As outras quatro, com menos gravidade, são atendidas na sala amarela. O suspeito foi levado à 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), onde prestará esclarecimentos.

 

 

De acordo com a PMDF, o acusado já havia sido preso em 2015. Ele fazia parte de uma quadrilha especializada em roubar relógios de luxo em Brasília e enviava os produtos aos comparsas, membros do mesmo esquema, em São Paulo. Lá, o material era comercializado.

 

Segundo o major Michello Bueno, da Polícia Militar, Paulo Braz teria cometido um roubo logo cedo neste sábado. “Hoje pela manhã ele roubou o rolex de uma mulher. Ele estava em uma moto, que ficou no local do crime. Ele tentou fugir, pegou o carro da família e iniciou essa fuga”, disse o militar.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA