Isadora, vítima do atirador de GO, ficou paraplégica, diz hospital

0
206

A estudante, vítima do tiroteio no Colégio Goyases, Isadora de Morais, de 14 anos, ficou paraplégica após ser atingida por um colega de turma. A jovem está internada desde a manhã de sexta-feira (20/10), no Hospital de Urgência e Emergência de Goiânia (Hugo), na capital goiana. A informação foi confirmada nesta quarta-feira (25/10) pelo hospital.

De acordo com boletim médico divulgado pela manhã, “a adolescente sofreu lesão na 10ª vértebra da coluna vertebral, comprometendo os movimentos das pernas em caráter definitivo”. Segundo informações da Polícia Civil, Isadora também foi alvejada na mão.

O tio da adolescente já havia informado , que a jovem poderia ter a perda dos movimentos devido à lesão. Odair José dos Santos explicou que a adolescente já não corre mais risco de morte. No entanto, como levou três tiros, sendo um na nuca e um nas costas, os médicos temiam que a coluna pudesse ter sido atingida, agora a situação foi confirmada pelo hospital.

 

Tiroteio
Quatro estudantes foram vítimas de um colega de classe, de 14 anos, que abriu fogo em sala de aula na manhã de sexta (20), no Colégio Goyases. Na tarde deste sábado (21), a promotoria do Estado pediu a internação, por 45 dias, do atirador. O tiroteio deixou dois mortos: João Pedro Calembo, de 14 anos, e João Vitor Gomes, 13 – os corpos de ambos foram sepultados no sábado, sob forte comoção.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA