Gasolina volta a subir no DF; no Plano Piloto, preço chega a 4,79

0
58

Petrobras aumenta, pela segunda vez, em menos de uma semana, o preço do combustível nas refinarias


Quem não aproveitou esse soluço na alta do preço dos combustíveis deve correr, pois a Petrobras anunciou novo aumento da gasolina nas refinarias e os postos do DF já começaram a remarcar. Os valores que na última sexta-feira foram acrescidos de 1,23% nas distribuidoras, sofreram nova elevação ontem, de 1,01%. Dez dos 30 estabelecimentos pesquisados pelo Correio já subiram os preços. Até os da EPTG, que vendiam o litro a R$ 4,15, em 29 de junho, elevaram o valor para R$ 4,29, uma alta de 3,4%.

No Plano Piloto, é possível encontrar a gasolina sendo vendida por R$ 4,79. No entanto, na maior parte dos postos pesquisados na Asa Norte e Asa Sul, os preços se mantêm por volta de R$ 4,38. Com a volatilidade do dólar e da commodity, a dica continua sendo procurar pelos preços mais baixos. Segundo a sócia da área de defesa da concorrência do L.O. Baptista Advogados, Patrícia Agra, essa postura estimula a concorrência. “O melhor jeito para o consumidor se defender é na concorrência. Isso gera preço baixo”, explicou.

Surpresa

A servidora pública Fabiana Conte, de 32 anos, já começou a refazer sua planilha de gastos com os novos preços da gasolina. Ela vê com surpresa a alta nos preços após a greve. “Eu achei que ia baixar não só o valor do diesel, como o da gasolina. Acho que eu estava errada”, lamentou. Fabiana dirige um Suzuki Jimny amarelo que comprou para fazer viagens em estrada de terra e trilhas. “Eu costumava usar esse carro para fazer muitas trilhas. Com o preço da gasolina, comecei a cortar as viagens. Agora, vou cortar mais ainda”, lamentou.

Continua depois da publicidade

Variação dos preços no DF em reais

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA