ATUALIZAÇÃO DA MATÉRIA -MORTE CRUEL DE JOVEM EM ÁGUAS LINDAS TERMINA EM MORTE DE AUTOR !

Ele e outros dois rapazes eram suspeitos de cometer o crime contra Rafaela Martins Cardoso, nessa terça-feira (5/3)

Rafaela Martins Cardoso, 18, foi sequestrada, estuprada e assassinada por três homens(foto: PCGO/Reprodução)

 

Na manhã de quarta-feira dia 06/03/2019, por volta de 11h, durante patrulhamento, esta guarnição recebeu a informação de que a jovem RAFAELA MARTINS CARDOSO, 18 anos de idade, moradora do Setor Águas Bonitas II, teria sido arrebatada por quatro indivíduos em um veiculo Ford/Escort e estaria desaparecida desde a madrugada anterior.

Os familiares informaram que ela estaria em uma festa junto com seu namorado que por volta do horario acima citado ela resolveu ir embora sozinha, porém, na altura do Posto Ponteio do Setor 06, foi sequestrada.




Após diligências durante todo o dia por volta de 00h, a equipe recebeu informações de que um dos autores estaria no Setor Santa Lúcia. No endereço informado a equipe recebeu dados complementares que indicaram o local onde a vitima estaria.

No local, encontraram o veiculo Ford/Escort e um individuo identificado apenas como “Jorge” evadiu em direçao a mata não sendo possivel prendê-lo. Dentro da chácara, entrevistaram o suposto caseiro da chácara, que disse que teria a avistado pela manhã do dia de ontem.




Neste momento o outro autor resolveu apontar outra chacara próxima e indicar o local onde estaria o corpo da vitima, o que foi confirmado (dentro de uma cisterna de agua). O autor nos informou que a vitima foi estuprada antes de ser assassinada, tudo praticado dentro de um barraco (local preservado para perícia).

Realizado contato com o delegado plantonista que tomou as medidas de praxe. Foi solicitado o apoio do Corpo de bombeiros para retirada do corpo !






 
PRIMEIRA MATÉRIA 

Um homem suspeito de sequestrar, estuprar e matar uma jovem de 18 anos em Águas Lindas de Goiás foi morto, nesta quinta-feira (7/3), por um gangue da região. Segundo a Polícia Civil de Goiás, Rafaela Martins Cardoso era parente de líderes do grupo criminoso que vingou a morte da garota. Outro suspeito quase foi linchado em casa por cerca de 10 moradores da região.




O delegado de plantão da 1ª Delegacia de Polícia de Águas Lindas, Felipe Socha, conta que os rapazes eram suspeitos de estuprar e matar Rafaela Martins Cardoso nessa terça-feira (5/3). “Ele e outros dois rapazes estupraram a menina e logo reconheceram que ela era irmã de integrantes da gangue de Santa Lúcia. Na tentativa de se safar, eles estrangularam a garota e jogaram o corpo em uma cisterna”, relata.




Os suspeitos foram identificados após outro investigado ser preso na quarta-feira (6/3), confessar o crime e indicar quem eram os demais envolvidos no caso.
Menos de 24 horas após o nome dos suspeitos se espalhar pela cidade, a gangue de Santa Lúcia encontrou um deles, sequestrou-o e espancou o homem até a morte. A ação foi gravado pelo celular de um dos integrantes do grupo criminoso. As imagens mostram o suspeito já morto recebendo chutes na cabeça e sendo puxado pelos pés até um gramado, onde recebe diversos tiros.

Linchamento

O outro suspeito foi encontrado horas antes na casa de um amigo, no bairro Santa Lúcia, por moradores da região. Cerca de 10 pessoas foram até o local e espancaram o homem.
“O linchamento só não foi consumado porque policiais militares chegaram na casa minutos após o suspeito ser encontrado pelos moradores e acionaram a sirene. Eles sairam correndo. Se a polícia não chega, ele tinha sido morto”, afirma Socha.

Após ser levado ao Hospital Bom Jesus, em Águas Lindas de Goiás, o suspeito foi levado à delegacia e confessou o crime. Ele responderá por roubo, estupro, homicídio e ocultação de cadáver. Nenhuma outra pessoa foi presa.

GALERIA DE IMAGENS

Clique para ampliar

VÍDEOS

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Fale com a gente