FINAL DOS TEMPOS? – AVÓ É PRESA DEPOIS DE FAZER SEXO COM NETOS EM CEILÂNDIA DF

0
302

A 19ª Delegacia de Polícia (Ceilândia) investiga se a mulher de 53 anos presa acusada de estuprar os netos pertence a uma organização nacional ou até mesmo internacional de pedofilia. A suspeita surgiu porque os policiais localizaram grande quantidade de arquivos com fotos e vídeos dos abusos, que ocorriam há cerca de três meses. As vitimas são três meninas, de 1, 2 e 4 anos, e um menino de 6.

De acordo com o delegado-chefe da 19ª DP, Fernando Fernandes, a polícia também investiga se a filha mais nova da mulher, uma jovem de 17 anos, sofreu violência sexual.

“A família terá que prestar novos depoimentos. Também vamos fazer novas buscas na casa da suspeita. Sabemos que ela possui mais um computador na casa de um terceiro. Faremos uma varredura total, para identificar trocas de e-mails, mensagens de celular ou acesso em sites ilegais”, explicou Fernandes. “O nosso objetivo é saber se há mais vítimas e, se além de armazenar, ela também compartilhou o conteúdo proibido”, completou.

De acordo com a PCDF, os abusos começaram após a mãe dos meninos conseguir emprego e deixar os filhos aos cuidados da avó. Familiares começaram a perceber um comportamento erotizado por parte das crianças e tentavam descobrir a origem das atitudes.

Um parente desconfiou e resolveu investigar o que ocorria enquanto os netos ficavam sozinhos com a avó, quando descobriu fotos e vídeos filmados pela abusadora, nos quais ela aparece fazendo sexo e atos libidinosos com os netos.

“O caso chocou todos os policiais da 19ª DP, e várias equipes foram mobilizadas para localizar e prender, imediatamente, a autora dos crimes, pois a liberdade de alguém que pratica algo tão grave contra os próprios netos certamente coloca em risco toda a população”, comentou o delegado-chefe adjunto da 19ª DP, Ricardo Bispo Farias.

Tão logo soube que os filhos eram vítimas da própria avó, a mãe das crianças denunciou o crime aos policiais. Os agentes seguiram imediatamente para a casa da suspeita, que mora no Recanto das Emas, e localizaram um vasto acervo de pornografia infantil no celular da acusada, no qual ela aparece fazendo sexo oral no menino de 6 anos e manipulando a genitália das outras três netas.

Ela foi presa em flagrante por manter consigo vídeos pornográficos com crianças. Além disso, um inquérito policial foi instaurado para apurar o crime de estupro de vulnerável praticado contra os quatro netos. No sábado (20/10), a mulher passou por audiência de custódia e foi encaminhada à Penitenciária Feminina do DF

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA