Assaltante atira na cabeça da vítima e diz: “Não sabia que o tiro ia pegar nele”

    0
    1157

     

    Belém do Pará – Um assalto quase terminou em tragédia na tarde da última quarta-feira (8) em Belém do Pará. O bandido, identificado como João de Souza, tentou roubar e ainda atirou na cabeça do estudante Daniel de Brito, de apenas 19 anos. O criminoso foi detido e preso ainda na tarde de sexta-feira (10), quando decidiu pedir desculpas por ter ferido a vítima. Conforme relato de Souza, esse era apenas o segundo assalto da sua vida e a intenção não era de acertar o estudante.
    “Peço desculpas para a família”, teria dito o assaltante em entrevista. Mesmo primeiro tendo dito que tinha a arma há três anos, Souza mudou o depoimento e afirmou que entrou nessa vida apenas porque precisa de dinheiro para sobreviver. O criminoso ainda afirmou que não tinha a intenção de ferir ninguém, mas que como não sabe atirar, por ser um dos primeiros assaltos, a mira saiu do controle e acabou acertando Daniel.
    O pedido de desculpas e a história de Souza pareciam comoventes, até que uma tia do suspeito chegou a delegacia da Polícia Civil. A mulher, que não quis  ser identificado, afirmou que estava sentindo vergonha pelas palavras do sobrinho. Conforme a tia, o assaltante estava nessa vida porque queria, afinal, há oito meses o jovem mora com a vó, que sustenta ele e outros três netos.

    A mulher ainda contou que o rapaz morava no município de Colares e trabalhava ajudando a mãe em uma loja de artigos de praia. No entanto, a mãe de Souza morreu há oito meses, quando o garoto teve que mudar-se para Belém. A tia garantiu que é mentira que o rapaz precisa roubar para sobreviver. Em frente a todo mundo, a mulher deu uma dura no jovem, dizendo que era inaceitável os roubos, ainda mais tendo como desculpa que precisava de roupas para o Natal. Souza pode pegar de 7 á 15 anos de prisão pelo roubo com tentativa de homicídio.
    No crime, que aconteceu na tarde da última quarta, Daniel estava indo trabalhar na ótica do pai, quando foi abordado por Souza. O jovem estudante tentou correr, quando o assaltante atirou pelas costas. O impressionante é que Daniel levou o tiro na cabeça, mas conseguiu levantar novamente e sair correndo buscar ajuda. A vítima passou por uma cirurgia e está bem. O crime aconteceu na Avenida Alcindo Cacela, no bairro Umarizal.

    SEM COMENTÁRIO

    DEIXE UMA RESPOSTA