Após assaltar joalheria da Asa Norte, ladrões se exibem em vídeo. Veja

0
179

As imagens do circuito interno do estabelecimento também mostram a ação dos bandidos em plena luz do dia

Reprodução/Vídeo

No mesmo dia em que ocorreu um assalto ousado no anexo do Palácio do Buriti, com explosões de caixas eletrônicos, novo roubo foi registrado em área nobre da capital em plena luz do dia. Nessa terça-feira (24/7), bandidos invadiram uma joalheria na 213 Norte e levaram R$ 400 mil em ouro, prata e diamantes, além de outros objetos e dinheiro. Dos quatro acusados, dois estão presos.

O crime ocorreu por volta das 10h20. Depois do assalto, os homens passaram a mostrar as joias e uma arma dentro do carro onde estavam. Em um dos vídeos, achados no celular de um dos suspeitos, eles comemoram: “Só coisa boa, porra!!!”.

As imagens do circuito de segurança do estabelecimento registraram a ação dos assaltantes. Um dos homens trajava terno. Ele se passou por cliente. Assim que entrou na joalheria, cumprimentou a funcionária e anunciou o assalto.

Logo depois, outros dois comparsas também entraram na joalheria. O quarto integrante do bando ficou no carro, um Astra, dando cobertura à ação. A funcionária da loja, que atende o homem de terno, e outras duas pessoas que estavam no subsolo da joalheria ficaram reféns dos acusados. Todos estavam armados.

Sob constantes ameaças de morte, as vítimas tiveram de entregar as mercadorias valiosas. “Diziam para elas passarem tudo ou seriam mortas”, disse o delegado-chefe da 2ª DP (Asa Norte), Laércio Rosseto. Após o crime, os homens fugiram para Samambaia.

Os dois capturados são: Jonas dos Santos Tertulino, 25 anos, que aparece de terno. Ele tem passagens por ameaça e outras quatro por roubo. Só em 2018, foi acusado de cometer cinco assaltos, em Taguatinga, Samambaia e na Asa Norte.

O outro preso é Deusivan dos Santos Lima, 21, que aparece com uma camisa vermelha da Ferrari nas imagens feitas após o roubo. Ele tem passagens por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de uso restrito e roubo. O rapaz foi reconhecido por dois roubos a veículo ocorridos na segunda-feira (21).

Os assaltantes foram encontrados em uma casa da QR 425, de Samambaia, que estava sendo monitorada há pelo menos três dias. Após o Astra com os suspeitos chegar ao local, os policiais ouviram que eles conversavam sobre joias.

Imediatamente, os policiais da 26ª DP (Samambaia) entraram no sistema e verificaram que havia ocorrido o roubo na joalheria da Asa Norte. O quarteirão foi cercado e dois suspeitos acabaram presos dentro da casa. Um outro homem foi autuado por receptação, pois teria ganhado um colar dos assaltantes. Já o dono do imóvel, que alugava o espaço, prestou depoimento, mas na condição de testemunha.

Dois suspeitos estão foragidos e um deles já foi identificado: João de Deus Alves Pereira Neto, 20, que aparece ao lado do rapaz com a blusa vermelha nas imagens. Ele tem passagem por tráfico de drogas, em 2016.

Assalto no anexo do Buriti
Também na madrugada de terça (24), pelo menos três bandidos invadiram o anexo do Buriti, onde funcionam as secretarias do GDF, e detonaram caixas eletrônicos. Cerca de R$ 6 mil foram deixados no local da explosão. Os equipamentos estavam instalados na área do restaurante dos servidores. Não se sabe quanto foi levado e ninguém foi preso até o momento.

O anexo do Buriti, além de ficar ao lado da sede do governo, está localizado bem próximo à Secretaria de Segurança Pública e a um batalhão da Polícia Militar.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA