Acusado de matar homem que vendeu pó de giz como cocaína será julgado nesta terça

0
162

O Tribunal do Júri de Ceilândia vai julgar nesta terça-feira (31), Jackson Alves Borges de Souza, acusado de matar Ivan da Conceição Santos, que teria lhe vendido pó de giz como cocaína. Jackson responde pelo crime de homicídio qualificado, por uso de meio que dificultou a defesa da vítima. A sessão de julgamento está marcada para começar às 10h30.

Consta dos autos que o crime aconteceu no dia 11/12/1999, em Ceilândia Sul, por volta das 5h20, quando Jackson efetuou um tiro à queima roupa em Ivan, levando-o a óbito. O crime teria sido cometido porque a vítima vendeu ao réu uma pequena quantidade de pó de giz como se fosse cocaína.

A demora do julgamento se deveu ao fato de Jackson ter ficado foragido durante dezessete anos. O curso do processo e o prazo de prescrição foram suspensos e voltaram a correr com a prisão do réu, em 23/4/2017.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA