Sergio Cabral cita dois ministros do STJ em delação

O ex-presidente da Fecomércio do Rio de Janeiro, Orlando Diniz, já havia mencionado os dois em uma proposta, que acabou não sendo aceita

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



O ex-governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral cita dois ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) em delação premiada fechada com a Polícia Federal e homologada pelo ministro Edson Fachin. Os nomes mencionados por Cabral são os de Humberto Martins e Napoleão Nunes Maia Filho.

A informação é da coluna de Guilherme Amado, da revista Época.

O ex-presidente da Fecomércio do Rio de Janeiro, Orlando Diniz, já havia mencionado os dois em uma proposta de delação. No entanto, o Ministério Público Federal (MPF) recusou a colaboração de Diniz por considerar os relatos frágeis.

Agora, via Polícia Federal, a Procuradoria-Geral da República voltou a ser contra,

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!
Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Fale com o DF em FOCO
Advertisment ad adsense adlogger