31 crianças morrem na Índia por overdose de lichia

As vítimas relataram sintomas de encefalopatia, como confusão mental, fraqueza e convulsões. Outras 40 seguem em tratamento em UTIs

iStock
 

Desde 1995, a cidade de Muzaffarpur, na Índia, registra óbitos durante o verão por consumo excessivo de lichia. A região é produtora da fruta e, em 2014, 150 pessoas morreram de overdose do alimento. Neste ano, 31 crianças já faleceram e outras 40 seguem em tratamento em unidades de terapia intensiva (UTIs).

 

Os sintomas relatados são ligados à encefalopatia, como confusão mental, fraqueza e convulsões, além de hipoglicemia. De acordo com um estudo publicado na revista científica The Lancet, lichias possuem dois elementos, hipoglicina A e MCPG, que podem causar a queda na glicemia do paciente.

Mas não se preocupe: a quantidade de ingestão da fruta deve ser muito alta para que os sintomas apareçam. As crianças de Muzaffarpur são subnutridas e provavelmente comeram mais de 100 lichias de uma vez.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios
Fale com a gente