AUTORES DE LATROCÍNIO DE IRMÃ DE POLICIAL MILITAR SÃO PRESOS !

0
310

RELEMBRANDO O CASO

Em 19/11/17, Raimunda de Fátima Soares Pereira, de 64 anos, moradora do Parque Estrela Dalva I, desapareceu.

Preliminarmente, o veículo da vítima, além de alguns objetos da residência dela haviam desaparecido.

No dia seguinte ao desaparecimento, o veículo da vítima foi localizado nas proximidades do Setor Boa Vista, em Novo Gama/GO.

Posteriormente, o corpo da vítima foi localizado na região do América do Sul, também em Novo Gama/GO, já sem vida.

LEIA MAIS – Corpo feminino encontrado em Novo Gama, pode ser de Irmã de PM desaparecida em Luziânia

Desde então, diversas diligências investigativas foram realizadas pela PC-GO, ocasião em que restou apurado que a pessoa de JOSIMAR MARQUES SILVA SIQUEIRA, 30 anos, inquilino da vítima e morador de uma casa nos fundos do lote, teria participação no crime, sendo o idealizador do delito e a pessoa que possibilitou o acesso do comparsa (NATYLON) na casa da vítima (pelo portão que dava acesso à residência).

A PC-GO apurou, também, que JOSIMAR atuou em conjunto com seu sobrinho NATYLON SILVA SIQUEIRA, 20 anos, o qual teria levado o carro e o corpo da vítima para Novo Gama, onde dispensou o cadáver no matagal e, percebendo que a polícia estava no encalço, acabou abandonando o veículo.

Na madrugada em que ocorreu o crime, NATYLON, que era morador de Novo Gama, foi flagrado por câmeras na vizinhança, por volta de 04 horas da madrugada, levando uma mochila consigo (na direção da casa da vítima).

Com base em todas as provas técnicas e testemunhais produzidas no Inquérito Policial, o delegado PC-GO Danillo Martins representou pela prisão temporária dos suspeitos, as quais foram deferidas pelo Poder Judiciário.

JOSIMAR, logo após o crime, tentou afastar a suspeita que recaia sobre si, tendo inclusive ligado para conhecidos, afirmando que havia ocorrido algo na casa da vítima, sendo que alguém deveria conferir.

Em seguida, JOSIMAR se abrigou no Distrito Federal, onde esperou por alguns dias, com o fito de observar se era tido como suspeito.

Como percebeu que era procurado pela polícia, acabou fugindo para o Estado de São Paulo, tendo sua localização descoberta pela PC-GO/GEPATRI/Luziânia.

A PC-GO, após descobrir o paradeiro do foragido, valendo-se de técnicas próprias, repassou a informação para PC-SP, ocasião em que foi dado cumprimento ao mandado de prisão contra JOSIMAR.

Em seguida, equipes da PC-GO recambiaram o indivíduo para a CPP de Luziânia/GO. Após a prisão de JOSIMAR, na data de hoje, a PC-GO (GEPATRI/Luziânia), em diligências finais do inquérito, também prendeu NATYLON.

Agora o Inquérito Policial será concluído e encaminhado ao Judiciário nos próximos dias, ficando JOSIMAR e NATYLON à disposição do Poder Judiciário.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA