Motorista que causou acidente com mortes diz não lembrar da colisão

0
160

O motorista João Victor Ribeiro Oliveira, 25, participará de Audiência de Custódia; acidente de trânsito causado por ele deixou duas pessoas mortas

Foto: Felipe Ribeiro/ JC Imagem

O motorista de 25 anos que causou o acidente com mortes na Zona Norte do Recife está detido na Central de Flagrantes da Capital, no bairro de Campo Grande, nesta segunda-feira (27).

No choque, ocorrido entre a Estrada do Arraial e a Rua Cônego Barata, João Victor Ribeiro Oliveira assumiu o risco ao assumir o volante de um veículo alcoolizado na noite deste domingo (26). Duas pessoas morreram na hora e outras três pessoas estão internadas com ferimentos, sendo duas delas crianças em estado grave.

O delegado Ricardo Silveira disse que em depoimento o condutor usou a tese de que consumiu bebida alcoólica, pegou o carro do pai escondido e não lembrava de mais nada. “Não lembra da colisão, de absolutamente nada e disse que apenas recobrou os sentidos quando chegou aqui na delegacia”, disse.

Veja imagens do momento da colisão:

O motorista alegou em depoimento que era dependente químico. “Eu acho que o conjunto de provas é muito pesado e forte. As provas são inequívocas da participação dele, então é natural que, numa situação em que você tem provas contundentes, ele tente achar uma tese pouco consistente, mas a única possível”, destacou o delegado.

Audiência de custódia

Delegado ouviu depoimento do motoristaDelegado ouviu depoimento do motorista
Foto: Rafael Carneiro/ Rádio Jornal

João Victor Ribeiro Oliveira, de 25 anos, está sendo encaminhado para audiência de custódia do Tribunal de Justiça, onde o magistrado avaliará a legalidade da prisão e se manifestará sobre a necessidade ou não de decretação da sua custódia preventiva. “Nós acreditamos que diante das circunstâncias, da gravidade do crime, da irresponsabilidade e do fato dele também já exibir um comportamento antissocial a gente acredita que a melhor decisão do judiciário seria pela segregação cautelar dele durante o processo penal”, disse.

Ouça os detalhes na reportagem de Rafael Carneiro:

As vítimas

As duas vítimas dessa tragédia morreram no local do crime. Maria Emília Guimarães, servidora do Tribunal de Justiça, não resistiu aos ferimentos e morreu na hora. A babá Rosiane Maria de Brito Souza, que estava grávida, morreu minutos depois do acidente dentro da ambulância do Samu.

O marido de Maria Emília Guimarães, o advogado Miguel Filho da Motta Silveira, sofreu ferimentos e passou por uma cirurgia em um hospital particular do Recife. Ele teve um traumatismo torácico e algumas costelas quebradas.

Os filhos do casal, Miguel Arruda da Mota Silveira Neto, de 4 anos, e Marcela Guimarães Mota Silveira, de 7 anos, sofreram traumatismo craniano e estão internados. Miguel está em um hospital particular, enquanto Marcela foi levada para o Hospital da Restauração.

Confira o momento que João Victor de Oliveira Leal, de 25 anos, é levado da Upa da Caxangá para a Central de Plantões da Capital.

Homem é preso após ocasionar acidente no Recife por dirigir em…

Confira o momento que João Victor de Oliveira Leal, de 25 anos, é levado da Upa da Caxangá para a Central de Plantões da Capital. Com níveis de álcool altíssimos no sangue, ele se envolveu em um acidente neste domingo após avançar o sinal vermelho em alta velocidade na Zona Norte do Recife. O Carro dele colidiu com outro veículo deixando duas mulheres mortas e 3 feridos, dente eles uma menina de 7 e um menino de 4 anos. Todos os detalhes sobre a atitude imprudente dele que ocasionou uma tragédia, no programa Redator de Plantão às 6h nesta segunda-feira (27).

Posted by Rádio Jornal on Sunday, November 26, 2017

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA