Morador do Lago Norte sumiu após ser pego com cocaína em Manaus

0
204
Arquivo pessoal

A Polícia Civil do Amazonas investiga o desaparecimento do estudante João Filipe Alves Luz, 18 anos, em Manaus (AM). O celular do jovem, que mora no Lago Norte, foi rastreado na capital do estado. Ele saiu de casa no dia 15 de outubro, sem dizer onde ia, mas manteve contato com a família até um dia antes de ser preso portando cocaína.

O rapaz foi detido pela Polícia Militar manauara por volta das 3h do dia 15 de novembro, segundo informações de policiais da Delegacia Especializada de Ordem Política e Social (Deops), que investiga o caso. Ainda de acordo com a unidade policial, João Filipe portava 4 kg de cocaína e 18 kg de pasta-base da droga.

 

Um dia depois, o jovem ganhou liberdade em audiência de custódia. A Justiça teria avaliado a quantidade de drogas como insuficiente para caracterizar tráfico.

Segundo a Polícia Civil, João Filipe deveria se apresentar ao Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, da capital amazonense, na quinta-feira (23/11). Porém, não apareceu. Além disso, teria informado endereço de residência errado.

Uma das irmãs de João Filipe, a estudante Mariana Alves de Moura, 22, contou ao Metrópoles que a família tem conhecimento da prisão por porte de drogas. Os parentes receberam, na quinta (23), denúncia anônima sobre suposta pista do paradeiro dele. A pessoa, segundo a jovem, falou que viu o rapaz em uma rodoviária de Manaus, comprando passagem com destino a Roraima. A Deops não confirma a informação.

Sumiço
Mariana Alves de Moura afirmou que o irmão, ao sair da casa onde mora com a família, disse que voltaria logo. “Ele falou que iria apenas resolver uns problemas, mas até agora nada. Quando sumiu, minha mãe achou que estivesse perto, pois levou apenas uma mochila e encontramos a carteira dele com alguns documentos em casa”, conta.

De acordo com Mariana, João continuou a se comunicar com a família, por telefone, até o dia 14 de novembro, mas não dizia onde estava. Os parentes procuraram a polícia, que informou não poder registrar ocorrência porque João Filipe estava em contato com a família. Só após ele parar de se comunicar, foi possível formalizar o boletim na delegacia do DF.

Tentamos ligar para ele e o telefone estava desligado, procuramos a polícia para rastrear e nos disseram que a última localização dele foi em Manaus (AM). Não sabemos o porquê de ele ter viajado. Não conhecemos ninguém lá“

Mariana Moura

Conforme a estudante, os pais contrataram um detetive para procurar João Filipe em Manaus, mas, até agora, ele não foi localizado. “Estamos desesperados. Ele nunca desapareceu assim, sem dar notícias”, disse.

João Filipe vive com a mãe e o padrasto e disse que teria viajado atrás de uma namorada, segundo o detetive contou na delegacia de Manaus. Ele cursa o 3º ano do ensino médio no colégio Leonardo da Vinci da Asa Norte. Mariana, que vive em Tocantins, descarta desavença entre o estudante e a família.

Quem souber de alguma informação sobre o paradeiro de João Filipe pode entrar em contato com Mariana, pelo telefone (61) 98186-6353, ou com o detetive, pelo número (61) 98164-2144, além dos servidores da Deops — (92) 3214-2268.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA